• ...   
 
cód.: 2024399406

Romanceiro de sangue

Marca:
--
Frete e prazo:
Pague com PIX
 PARCELAMENTO
1x R$62,39* 7x R$10,97*
2x R$32,39* 8x R$9,89*
3x R$22,39* 9x R$9,06*
4x R$17,39* 10x R$8,39*
5x R$14,39* 11x R$7,85*
6x R$12,39* 12x R$7,39*
*com juros de 3,99%
 PARCELAMENTO
1x R$60,00 com juros de 0,00% 7x R$8,57 com juros de 0,00%
2x R$30,00 com juros de 0,00% 8x R$7,50 com juros de 0,00%
3x R$20,00 com juros de 0,00% 9x R$6,67 com juros de 0,00%
4x R$15,00 com juros de 0,00% 10x R$6,00 com juros de 0,00%
5x R$12,00 com juros de 0,00% 11x R$5,45 com juros de 0,00%
6x R$10,00 com juros de 0,00% 12x R$5,00 com juros de 0,00%
*com juros de 0,00% no valor total do pedido
 Informações complementares
Ficha técnica:
Título: Romanceiro de sangue
Autor: Paulo Duarte
Gênero: Contos
Capa: Marcelo Nunes
Arte da capa: Artur Barrio
Ano de publicação: 2024
Edição: 1ª
Dimensões: 14 x 21 cm
Acabamento: brochura
Número de páginas: 224
ISBN: 978-65-982692-5-8

 

Sobre o autor:

Paulo Duarte

Escritor, Roteirista, Diretor, Produtor e Músico  (premiado nacional e internacionalmente).

Neto de Tézinha de Afrinha. Sobrinho de Rodrigues.                                                    

Filho de Dona Maria - nordestina, mãe solo dos anos 1970 e 1980, que além de mãe carnal, também é Mãe de Santo.

Paulo foi imerso desde cedo em um mosaico de experiências humanas onde o universo feminino e suas dores e amores foi a presença mais forte e visceral, marca indelével em sua alma.

Ter nascido e sido criado na periferia da Zona Sul de São Paulo, em uma casa que, embora humilde, sempre foi um refúgio acolhedor para pessoas de diversas origens, classes sociais, gêneros, raças e crenças - um ambiente onírico, rico de tipos profundos, legítimos e fascinantes - moldou sua visão de mundo e pelo viés de sua sensibilidade e arte este seres e entidades passaram também a povoar seus multidiversos universos criativos de forma potente e originalíssima.

Em 2022 foi selecionado por três júris distintos para as três coletâneas OffFlip (Contos/ Crônicas/Poesia)

Romanceiro de Sangue é seu primeiro livro de contos.

(www.paulodu.art.br)

 

Sobre o livro:

Paulo Duarte, em seu primeiro livro de contos, Romanceiro de Sangue, dá luz e sombra a imagens viscerais de uma maneira tão intensa, crua e cruel que seus textos "blocados como um punho cerrado" encontram um lugar reservado entre as vozes autorais da nova literatura latino-americana com suas narrativas brutalistas e de realismo fantástico.

Paulo escreve com segurança e brinca, despudoradamente, com a língua, virando a pele das palavras pelo avesso em um estilo pessoal poderoso que também não renuncia a suas doses de humor ácido, de riso nervoso.

Partindo de um imaginário metafísico em que a fronteira que separa o mundo espiritual do material é praticamente inexistente, em seus contos somos expostos a diversas linhas de tempo e narradores, a corpos latejando de febre e desejo, a almas solitárias perdidas às voltas com espíritos obsessores ancestrais, passados terríveis, traumas, segredos e reviravoltas surpreendentes.

Suas personagens, majoritariamente femininas, ativas, destruidoras, transgressoras, refugiadas de si mesmas, surgem diante de nós, como criaturas vivas, profundas, contraditórias, tridimensionais; são verdadeiros enredos de “alquimia e carne" caminhando lado a lado em paisagens líricas e violentas, onde buscam por reparação, redenção e tentam escapar do inevitável magnetismo da perdição (ou sina?) que as atrai (e as trai) a cada parágrafo.

O fato é que nós, leitores, cativados por estas histórias e personagens, não as conseguiremos esquecer depois do livro lido, e provavelmente voltaremos a ele em outras ocasiões no decorrer de nossas vidas.

Esta é a maior aspiração que um autor pode almejar: criar um livro atemporal. E isso, Paulo conseguiu com Romanceiro de Sangue.

Eduardo Brand

 Comentários

  Seja o primeiro a comentar!

 Produtos relacionados

 Receba Novidades