• ...   
 
cód.: 2024410967

Onde habita um pouco de possível

Marca:
--
Frete e prazo:
Pague com PIX
 PARCELAMENTO
1x R$52,00* 7x R$9,14*
2x R$27,00* 8x R$8,25*
3x R$18,66* 9x R$7,55*
4x R$14,50* 10x R$7,00*
5x R$12,00* 11x R$6,54*
6x R$10,33* 12x R$6,16*
*com juros de 3,99%
 PARCELAMENTO
1x R$50,00 com juros de 0,00% 6x R$8,33 com juros de 0,00%
2x R$25,00 com juros de 0,00% 7x R$7,14 com juros de 0,00%
3x R$16,67 com juros de 0,00% 8x R$6,25 com juros de 0,00%
4x R$12,50 com juros de 0,00% 9x R$5,56 com juros de 0,00%
5x R$10,00 com juros de 0,00% 10x R$5,00 com juros de 0,00%
*com juros de 0,00% no valor total do pedido
 Informações complementares
Ficha técnica:
Título: Onde habita um pouco de possível
Autora: Luciana Lima Silva
Gênero: Contos
Capa: Marcelo Nunes
Ano de publicação: 2024
Edição: 1ª
Dimensões: 14 x 21 cm
Acabamento: brochura
Número de páginas: 108
ISBN: 978-65-83074-04-1

 

Sobre a autora:

Luciana Lima Silva é paulistana, doutora em Teoria e História Literária pela Unicamp. Atua como professora e é autora dos livros Alguém de vassoura na mão ainda lembra como foi (Patuá, 2022), Sobressaltos de um homenzinho assustado & outros delírios fálicos do século 21 (Edições Cabíria, 2022) e Paisagens dóceis para bactérias festivas (Patuá, 2021). Organizou as antologias Anônimo não é nome de mulher (Patuá, 2022) e, em parceria com Patrícia Dias, Diários afluentes: 7 dias, 14 mulheres (RuídoRosa, 2023), além de ter textos publicados em diversas coletâneas. 

 

Sobre a obra:

Onde habita o possível? Em meio a um cotidiano maçante, caótico ou trágico, em que as personagens precisam lidar com a iminência do suicídio da amiga, a perda da memória ou mesmo uma simples lista mental das compras a fazer, resta a busca do que sobrou de possível a ser vivido. É nesse espaço que se passam os excelentes contos do novo livro de Luciana Lima Silva.

Nele, as narrativas são costuradas por esse fio de vida, cujas intensidade e dimensão variam, assim como o cenário. Os acontecimentos se desdobram em situações das mais diversas, do cotidiano infantil à luta pela vida em meio à selva, do enfrentamento-limite entre mãe e filho à descrição da vida num estado de coma. Nessas narrativas, os personagens ora se deparam com a redução do futuro, ora com uma lufada de ar, após terem trombado num obstáculo aparentemente intransponível. Em certas passagens, cenas banais vibram, como nas lembranças infantis do conto “Mara”: “Dançávamos as músicas que tocavam no rádio, fazíamos ginástica para ficar maravilhosas e escrevíamos cartas de amor que nunca enviávamos a ninguém”. Em outras, o drama de uma mulher apaixonada se torna humor: “Uma idiotice cafona, eu sei. Como quando achei que eu estivesse com depressão profunda, mas descobri que eram apenas vermes”.

Luciana se revela ágil, potente e versátil nas narrativas aqui reunidas. Explorando o possível, ela não deixa de acenar com o improvável, como ao descrever o movimento da pipa a voar “em céus impossíveis, para além dos prédios e fiações e carros e caminhões e motos e gatos e cachorros e pombas e ipês e asfaltos”.

Daniela Birman, professora de Teoria e História Literária da Unicamp

 Comentários

  Seja o primeiro a comentar!

 Produtos relacionados

 Receba Novidades